Início / Guia prático / Cultura / Cante Alentejano – Património Imaterial da Humanidade UNESCO
cante alentejano unesco
Cante Alentejano, património mundial Unesco

Cante Alentejano – Património Imaterial da Humanidade UNESCO

cante alentejano unesco
Cante Alentejano, património mundial Unesco
O cante alentejano faz parte das tradições mais fortes da região, juntamente com a gastronomia alentejana e o vinho alentejano. E que tradições temos por cá!

O cante ouve-se e entranha-se. Sentimo-nos um pouco alentejanos quando as potentes vozes dos grupos nos entram na alma. Faz parte da identidade da região porque é algo único, não só em Portugal como em todo o mundo. Por essa razão, foi considerado Património Cultural Imaterial da Humanidade pela UNESCO. Venha descobrir porquê.

Cante Alentejano – História

O cante alentejano é um canto coral com duas vozes solistas (ponto e alto) que alternam com um coro, no qual também participam. As estrofes repetem-se num ciclo, repetido o número de vezes que os cantores desejarem. Esta repetição, bem como o andamento lento e a existência de muitas pausas fazem com que o cante tenha uma certa monotonia bastante bela.

Os temas das canções, cantadas por grupos de homens ou mulheres, são normalmente tristes. No cante alentejano dá-se a conhecer o que vai na alma, a melancolia, as saudades, o amor, as vontades e as recordações da terra onde se nasceu.

Mas o Alentejo, e o cante, também pode ser alegre. Há mesmo canções irónicas ou humorísticas. Seja como for, as vozes vibrantes encantam quem as ouve já há séculos. Sendo que a origem do cante alentejano é incerta: canto gregoriano ou canto árabe.

cante alentejano
O Cante Alentejano num espetáculo em Évora
A tradição do cante foi passada pelos camponeses ao longo de gerações, enquanto trabalhavam nos campos do Alentejo. Também quando os homens se reuniam para descontrair ou se juntavam para cantar em público nas arruadas. Em casa, o cante alentejano era cantado essencialmente por mulheres.

Hoje em dia, embora cada vez menos, ainda se houve o cante espontâneo em associações, tabernas e cafés. Há, igualmente, grupos oficiais que se reúnem frequentemente para ensaiar o repertório a apresentar em festas, feiras e concursos. Sem dúvida que o cante se reveste, então, de uma vertente cultural mas tem também uma componente social muito forte, hoje e desde sempre. Só assim se justifica a sua capacidade de transmissão geracional, unindo pessoas de diversas faixas etárias.

Cante alentejano – Património Mundial Imaterial da Humanidade UNESCO

O reconhecimento do Cante Alentejano como Património Mundial Imaterial da Humanidade por parte da UNESCO aconteceu no final de 2014. Esta distinção não honra apenas o Alentejo mas Portugal inteiro, pouco depois de também o Fado ter obtido o mesmo reconhecimento.

Para perceber um pouco melhor sobre o que trata esta página do VisitEvora, basta ver com atenção este vídeo da candidatura do Cante Alentejano à lista do Património Mundial Imaterial da Humanidade UNESCO.

Cante alentejano em Évora

Para ouvir cante alentejano em Évora, e quem sabe até experimentar, apareça no Espaço Celeiros (Rua do Eborim, 16) às quartas-feiras das 20h às 21h. Este encontro organizado pela Associação PédeXumbo é de entrada e participação livres (contactos: 266 762 504, pedexumbogeral@pedexumbo.com).

Tenho a certeza que, ao ler esta página, não imaginou que pudesse tão facilmente pôr os seus dotes vocais à prova. Seja alentejano por um dia. De corpo, alma e voz.

Booking.com

Veja também

Teatro Garcia Resende Evora

Teatro Garcia de Resende

Em Évora também há teatro! O Teatro Garcia de Resende, assim chamado em honra do …