Início / Atividades / Feira de São João Évora, festa popular
Feira de sao Joao evora
Feira de São João, Évora

Feira de São João Évora, festa popular

A Feira de São João é uma festa popular que se celebra em Évora, todos os anos, no Rossio de São Brás. Há mais de 500 anos que esta feira se realiza em Évora e é quase obrigatório que qualquer eborense a visite, pelo menos, uma vez por ano (há quem vá todos os dias).

Lembro-me de passar por lá com os meus pais desde bem pequeno e estar sempre ansioso para que chegasse o mês de junho e eu poder ir à feira.

Mas quem estiver a visitar Évora enquanto turista também tem muitas razões para conhecer a Feira de São João. Para além das tradicionais barracas e carrosséis que se encontram em qualquer festa popular por Portugal, andar a pé pelo Rossio de São Brás no final de junho vai dar a conhecer o artesanato do Alentejo, as atividades económicas, a comida alentejana,…

  • Divirta-se nas tasquinhas
  • Leve o seu filho ao parque infantil (aberto à noite só durante o período da feira) para brincar nos baloiços, escorregas e insufláveis
  • Ande nos carrosséis
  • Visite os expositores dos diversos municípios do Alentejo e de instituições como a Universidade de Évora
  • Assista a concertos
  • Prove a comida (e a bebida)
  • Compre artesanato e outras peças de arte

Acima de tudo, desfrute do que é fazer parte da Feira de São João, que tem um significado histórico tão grande na vida de Évora.

História da Feira de São João, Évora

A Feira de São João existe com este nome desde 1569 mas já antes se realizavam outras feiras no Rossio de São Brás em Évora: Feira de Santiago (1275), Feira Franqueada (desde 1286), Feira dos Pucarinhos ou das Candeias (1525), Feira dos Estudantes (1569), Feira dos Ramos (1839), Feira Nova de S. Cipriano (desde 1900).

A primeira Feira de São João realizou-se no maior espaço aberto de Évora, o Rossio de São Brás, no dia 24 de Junho de 1569. Anos mais tarde, em 1574, surge o alvará de D. Sebastião que regulamentava que a feira decorresse sempre no espaço onde ainda se realiza.

Naquela altura, como hoje ainda um pouco, a Feira de São João era composta por tendas de mercadores e ofícios como ourives do ouro e da prata, cirgueiros, cerieiros, caldeireiros, curtidores de courama, mercadores de panos de cor, oleiros da loiça, filateiros das fiações, sapateiros, tecelões, etc.

Por altura desta festa, a movimentação de pessoas em Évora era enorme, ocupando em pleno as estalagens e, mais tarde, os hotéis em Évora.

Quem visitava a feira desfilavam as roupas da moda da altura. De Lisboa e das cidades do Alentejo chegavam comboios fretados. A polícia patrulhava as ruas, por onde circulavam carretas e carros de canudo alentejanos transportando mercadorias e visitantes.

Em termos económicos, a importância do evento era enorme para o sul de Portugal. Mais ainda em relação ao comércio de gado. Aqui se regulava o preço dos produtos agrícolas e pecuários. Era na Feira de São João que se mostravam os produtos produzidos por todo o Alentejo.

Para além da atividade económica, também havia na Feira de São João imensos momentos de diversão para os eborenses e todos os visitantes da cidade de Évora. Ao longo dos dias, animavam a feira touradas e cavalhadas, circos, teatro e Robertos, barracas de jogos pim pam pum, barracas de fotógrafos e os Museus Científicos, Animatógrafos, barracas de répteis e outros fenómenos.

A música também contribuía para o entusiasmo dos visitantes, marcando sempre presença as Filarmónicas Civis e as Bandas Militares dos Regimentos. E não podemos esquecer o fogo de artifício.

Feira Sao Joao Evora
Cartaz antigo da Feira de São João em Évora
Sendo Évora a segunda cidade do reino de Portugal durante tanto tempo, não admira que a própria família real chegasse também a visitar a feira. D. Carlos de Bragança e D. Amélia de Orleans passaram por lá em 1889 e 1903.

Com o passar dos tempos, apesar do caráter popular não se ter alterado, a Feira de São João de Évora sofreu algumas mudanças. Durante o Estado Novo, após 1940, serviu para reforçar a portugalidade, com os cortejos do Trajo e outras manifestações que transmitissem a ideia de Pátria unida, mesmo imperial. Depois do 25 de Abril de 1974, a feira foi-se modernizando e as atividades económicas passaram a ter destaque.

A importância da Feira de São João para Évora tem sido tal que, em meados do século XX, o feriado municipal foi fixado no dia 29 de junho (Dia de São Pedro), por ser este o último dia da Feira de São João.

Visitar a Feira de São João, Évora

O Rossio de São Brás é muito fácil de encontrar durante o período da feira. Basta seguir o som que se ouve. Se estiver na Praça do Giraldo, basta descer a Rua da República, a das arcadas ao lado da agência do Banco de Portugal.

Apesar de algumas partes da Feira de São João estarem abertas durante a tarde, o melhor é mesmo ir à noite porque o clima em Évora no princípio do verão já traz muito calor durante o dia. Se quiser fugir às alturas em que há mais visitantes, sugiro que chegue logo no fim da tarde.

Grande parte das atrações estão abertas entre as 18h e as 24h. Mas depois da meia-noite ainda há diversão nas barracas de comes e bebes. Depois do encerramento, o caminho mais natural é o dos bares e discotecas de Évora.

Programa Feira de São João Évora 2016

A edição 2016 da Feira de São João em Évora irá decorrer de 23 de junho (quinta-feira) a 3 de julho (domingo). Este ano esperam-nos as habituais zonas de exposições, artesanato, comerciais, comes e bebes, stands, diversões populares.

Para agradar a todos os tipos de público, a Câmara Municipal de Évora dedica diferentes espaços para desfrutar da feira.

Entre espetáculos de música, dança e workshops, o Espaço Criança terá disponível em permanência as seguintes atividades.

  • Atividades de expressão plástica, jogos e atividades lúdicas
  • Atividades de jogos e baile na Ludoteca
  • Insufláveis e trampolim
  • Parque “Adota-me”
  • Circuito de prevenção rodoviária

Na programação do Espaço Jovem da Feira de S. João de Évora 2016, a música é claramente rainha. Conte com animação que abrange tipos de música distintos.

  • 23 junho – Noite da Música e Dança Clássica
  • 24 junho – Noite da Música Portuguesa
  • 25 junho – Noite do Rock
  • 26 junho – Noite dos Vencedores
  • 27 junho – Música Popular
  • 28 junho – Noite de Tunas
  • 29 junho – Noite do Fado e Flamenco, dois patrimónios da humanidade
  • 30 junho – Noite Hip Hop e Reggae
  • 01 julho – Noite Metal Fest
  • 02 julho – Noite Música Ligeira
  • 03 julho – Noite Multicultural

No Palco Principal da Feira de São João, no Jardim Público, os espetáculos decorrerão diariamente às 21h30m.

  • 23 junho – Guitarras ao Alto apresenta Norberto Lobo e Luís Martins
  • 24 junho – Pedro Mestre Campaniça do Despique – Alentejo Cantado
  • 25 junho – Joana Amendoeira
  • 26 junho – Grupo de Cantares Vozes do Alentejo, Grupo de Cantares Modas de Ródão, Grupo Rodapé, Orquestra de Harmónicas Ponte de Sor
  • 27 junho – HMB
  • 28 junho – Bicho-do-Mato
  • 29 junho – Deolinda
  • 30 junho – Apresentação do álbum da Criatura com o Grupo Coral e Etnográfico da Casa do Povo de Serpa
  • 01 julho – Mara & Duarte
  • 02 julho – Terramoto
  • 03 julho – Capicua

Sejam quais forem os seus interesses, a Feira de São João de Évora edição 2016 será um bom motivo para sair de casa e encontrar amigos neste espaço popular com uma história de mais de 5 séculos. A feira pode ser mesmo apenas o início da sua saída à noite em Évora

Faça o seu próprio programa e venha visitar Évora.

Booking.com

Veja também

Jardim Publico Evora

Jardim Público de Évora

O Jardim Público de Évora é um jardim magnífico, quer pela diversidade de vegetação e …