Início / Visitas / Museu do Relógio de Évora
museu relógio évora
Grandes exemplares

Museu do Relógio de Évora

evora museu relogio
Museu do Relógio de Évora
O Museu do Relógio de Évora é um pólo do Museu do Relógio de Serpa. Ambos contam a história do tempo que guardamos connosco ou expomos nas nossas casas.

Em Évora, e no Alentejo, diz-se que o tempo passa devagar. Especialmente no verão, quando o outro tempo, o atmosférico, abranda o ritmo dos alentejanos. E dos visitantes. Esta lentidão é mais uma razão para saborearmos todos os momentos em que estamos na região… E também valorizarmos a magnífica exposição do Museu do Relógio.

Museu do Relógio de Évora – História

O fundador do Museu do Relógio, António Tavares d’Almeida, enamorou-se pelos relógios após ter herdado dos seus avós três exemplares de bolso avariados em 1972. Nos anos que se seguiram tornou-se um ávido colecionador de relógios, que encontrou em Portugal e pelo mundo. Para além do objetivo de aumentar a sua coleção, pretendia dar-lhes uma nova vida através do restauro.

museu relógio évora
Grandes exemplares
Com a abertura ao público do Museu do Relógio de Serpa, em 1995, a notoriedade do espaço e a sua divulgação resultaram na doação de cerca 400 relógios avariados, carinhosamente restaurados pelos Mestres Relojoeiros para, mais tarde, fazerem parte do espólio acessível aos visitantes.

Em 2011, surge o pólo de Évora nesta cidade património mundial Unesco tão procurada por turistas que levarão a interessante experiência da visita ao Museu do Relógio para as suas cidades e países. Esta expansão, a direção e a conservação do museu estão agora a cargo do filho do fundador, Eugénio Tavares d’Almeida.

Museu do Relógio de Évora – Relógios

Os relógios do museu atravessam os tempos, desde 1630 até hoje. São 2300 exemplares, de pulso, sala, bolso,… Todos mecânicos e a fazer soar o seu tiquetaque mais tímido ou mais sonante, no Museu do Relógio de Évora estão expostos em duas salas ora em vitrines, ora pendurados na parede ou mesmo em vistosos móveis que nos distraem do seu pêndulo.

museu relogio evora serpa
Relógios de parede
Algumas vitrines mostram braceletes fantásticas. Algumas paredes levam-nos para a altura em que o cuco dizia as horas e as meias-horas na casa dos nossos pais ou avós. A visita ao Museu do Relógio de Évora tende a demorar. Perca-se nos pormenores, deixe-se levar devagar nos ponteiros reluzentes.

Em Serpa, num Alentejo sempre autêntico a 100 km a sul de Évora, existe também na sede, o Convento do Mosteirinho, uma biblioteca com mais de 600 livros sobre relógios, um bar e um pequeno jardim para ir comentando o que se procura ou encontrou.

Em Évora as instalações são mais pequenas mas nem por isso retiram encanto à visita, envolvida no ambiente artístico do pátio do Palácio Barrocal, a dois passos da Praça do Giraldo, centro da cidade.

Museu do Relógio de Évora – Produção e Restauro

museu relogio evora
Oficina de Restauro
Foi ainda em 1999 que o Museu do Relógio começou a desenhar e produzir relógios mecânicos em parceria com manufaturas Alemã e Russa. Esta marca própria tem tido, desde então, edições limitadas de relógios de bolso e pulso que homenageiam de forma original cidades ou regiões de Portugal. Colecionadores e amantes de relojoaria têm, desta forma, acesso a artigos exclusivos de alta qualidade.

Para aqueles que já possuem um relógio e necessitam de o restaurar ou reparar, os prestigiados Mestres-Relojoeiros da Oficina de Restauro do museu recuperam essas peças, independentemente do tipo de relógio. A sala de restauro do Museu do Relógio de Évora exibe inúmeras ferramentas, cuidadosamente dispostas para os visitantes poderem ter uma ideia da complexidade da tarefa. Um minucioso mundo quase em miniatura.

Se é fascinado pelo mundo dos relógios ou se, simplesmente, tem um no pulso ou lá em casa, não deixe de visitar o Museu do Relógio em Évora. Faça perguntas, consiga respostas. Passe pela loja e leve uma recordação do tempo que passou a aprender sobre a arte de contar o tempo.

Museu do Relógio de Évora

[alert-note]Morada: Palácio Barrocal (INATEL), Rua de Serpa Pinto nº 6 (perto da Praça do Giraldo)
Telefone: (+351) 266 751 434
Horário: Terça, Quarta, Quinta e Sexta-feira – 14.00h-17.30h (última visita: 17.00h)
Sábado, Domingo e Feriados – 10.00h-12.30h e 14.00h-17.30h
 (última visita: 17.00h)
Segunda-feira – encerrado[/alert-note]
Booking.com

Veja também

romanos evora casa burgos

Vestígios Romanos em Évora

Haver vestígios romanos em Évora não é algo que surpreenda. Sabia que, durante a época …