Início / Visitas / Praça do Giraldo, centro de Évora e do Alentejo
Praca Giraldo Evora
Fonte da Praça do Giraldo

Praça do Giraldo, centro de Évora e do Alentejo

Praca Giraldo Evora
Praça do Giraldo vista da Rua João de Deus
Em Évora, todos os caminhos vão dar à Praça do Giraldo. Sempre foi assim desde a sua construção, em 1571/1573.

A Praça do Giraldo é um ícone de homenagem a Geraldo Geraldes, o Sem Pavor, pois este conquistou Évora aos mouros em 1167. Em agradecimento por este enorme feito, D. Afonso Henriques nomeou-o alcaide da cidade e fronteiro-mor do Alentejo, região que ajudaria a conquistar.

No brasão de Évora podemos ver Geraldo Geraldes com a espada em punho, a cavalo, e a seus pés as cabeças do mouro e a sua filha que residiam no castelo que o guerreiro atacou e onde se apoderou das chaves da cidade.

Depois da cidade de Évora estar na posse da coroa portuguesa, o património constituído por esculturas e um arco do triunfo foram mandados destruir para então edificar a fonte que agora permanece um dos centros de atenções dos eborenses e dos turistas na Praça do Giraldo.

Esta fonte em estilo barroco é de mármore e tem 8 bicas, cada uma associada a cada rua principal da Praça do Giraldo. No topo existe uma coroa. Segundo a história popular, Filipe III de Espanha, em 1619, achou que a fonte era digna de ser coroada.

Praça do Giraldo Evora
Fonte da Praça do Giraldo
Apesar da água continuar a sair pelas bicas, é aconselhável não a beber, pois os pombos da cidade apoderaram-se da fonte para aí beberem e se refrescarem nas horas do calor!

Igualmente localizada na Praça do Giraldo, encontra-se a Igreja de Santo Antão, mandada construir também por D. Henrique. Ela foi a razão por que se destruíram os monumentos circundantes da Praça do Giraldo, pois estes tapavam a vista da igreja.

A sua construção iniciou-se em 1557. Lá dentro, destaca-se o raro frontal de mármore do altar-mor que representa o Apostolado da igreja que antes ocupava o seu espaço, a ermida de Santo Antoninho.

Esta igreja, uma das mais importantes de Évora, domina um dos lados da Praça do Giraldo e apresenta ainda 3 naves no seu interior. Toda a restante construção relembra uma igreja salão. Foi classificada como Imóvel de Interesse Público pelo IIP em 1970.

Praca Giraldo Evora panoramica
Praça do Giraldo vista do Banco de Portugal
Quanto à própria Praça do Giraldo, a antiga Praça Grande de Évora, foi considerada como Monumento Nacional em 1910. O seu chão é constituído por calçada portuguesa. Do lado oposto à fonte pode encontrar a atual Agência do Banco de Portugal, antigamente com ligações à Inquisição, que tem uma fachada fantástica, enchendo o olhar de quem passa.

Por baixo das arcadas, que todos procuram pela sua arquitetura e pela sombra que dão, pode encontrar comércio do mais variado, e dois pontos essenciais a visitar: o famoso Café Arcada, com alguns dos melhores bolos da cidade; e a Papelaria Nazaré, a mais antiga de Évora.

Do lado oposto das arcadas, encontra novamente comércio e, não se esqueça, aqui pode entrar no Posto de Turismo, essencial para obter qualquer informação sobre o que visitar em Évora.

Praca Giraldo Evora brasao
Candeeiro com brasão de Évora
No meio da Praça do Giraldo, sente-se numa das maravilhosas esplanadas e aproveite o seu descanso no Alentejo enquanto admira as bonitas fachadas em estilo neoclássico e romântico. Repare nos interessantes candeeiros espalhados pela Praça do Giraldo e nos brasões no seu topo que homenageiam Geraldo Geraldes, o Sem Pavor!

Deve visitar a Praça do Giraldo lentamente, a pé, para usufruir a 100% de todos os pormenores que esta oferece, quer sejam as curiosidades por lá espalhadas ou o ambiente de paz que transmite aos turistas e aos eborenses, para quem ela é um lugar muito querido.

Booking.com

Veja também

romanos evora casa burgos

Vestígios Romanos em Évora

Haver vestígios romanos em Évora não é algo que surpreenda. Sabia que, durante a época …