Início / Visitas / Universidade de Évora, Colégio do Espírito Santo
Universidade Evora
Claustros principais do Colégio do Espírito Santo, Universidade de Évora

Universidade de Évora, Colégio do Espírito Santo

Universidade Evora
Claustros principais do Colégio do Espírito Santo, Universidade de Évora
A Universidade de Évora é composta por inúmeros edifícios, espalhados por toda a cidade e arredores, que acomodam os diversos departamentos. Praticamente todos são recuperações de edifícios antigos e históricos, de uma forma ou de outra.

Mas o edifício mais importante da Universidade de Évora é o Colégio do Espírito Santo, um dos lugares mais visitados por turistas de todo o mundo, seja pela sua história, seja pela sua magnificência.

A Universidade de Évora foi fundada em 1559 pelo Cardeal D. Henrique, a partir do já existente Colégio do Espírito Santo. Foi autorizada a funcionar como Universidade do Espírito Santo por bula do Papa Paulo IV, tendo sido depois entregue à Companhia de Jesus, que a dirigiu ao longo de dois séculos.

Foi a segunda universidade a ser fundada em Portugal, duas décadas depois da fundação da Universidade de Coimbra (1537). Em Évora podiam ser lecionadas todas as matérias, à exceção de Medicina, Direito Civil e a parte contenciosa do Direito Canónico.

No século XVIII, em 1759, com a expulsão dos Jesuítas de Portugal, o Marquês de Pombal mandou encerrar os estudos por eles promovidos em Évora. Fechou portas, portanto, a Universidade de Évora. Voltaria a entrar em funcionamento já em pleno século XX (1973), por decreto de José Veiga Simão, Ministro da Educação da altura.

Universidade Evora
Estudantes no Colégio do Espírito Santo
O espetacular edifício do Colégio dos Espírito Santo da Universidade de Évora assenta numa planta quadrangular que envolve um grandioso claustro, também conhecido por Pátio dos Gerais. No centro deste pode ver-se um chafariz.

O claustro da Universidade de Évora apresenta-se com galerias de colunatas, erguendo-se ao centro a bela fachada da antiga capela do Colégio do Espírito Santo, marcada pelo enorme pórtico de mármore do século XVIII. No cimo, a pomba, símbolo do Espírito Santo e também da universidade. Quando caminhar por Évora, vai encontrar em imensos lugares a imagem da pomba esculpida num círculo de mármore. É sinal de que encontrou um edifício da Universidade de Évora.

A Sala dos Atos do Colégio do Espírito Santo, de estilo barroco setecentista, é um dos espaços mais imponentes de todo o edifício. Está decorada com azulejos e estuques do século XVII, dos quais se destacam os tons verdes, azuis e rosas. No topo da Sala dos Atos podem ver-se os retratos a óleo de D. Sebastião e do Cardeal-Rei D. Henrique.

As várias salas do colégio foram revestidas com lindíssimos azulejos barrocos alusivos às matérias aí ensinadas – Matemática, Astronomia, Física e Belas Artes – ou a temas decorativos. Estes azulejos, em conjunto com outros quatro grandes painéis azulejares, formam o mais importante conjunto barroco de temática profana encontrado em Portugal. Destacam-se, no entanto, em todo o edifício, diversos conjuntos de azulejos quinhentistas e seiscentistas, e vários exemplares de pintura e estuques decorativos.

Universidade Evora
Colunas e azulejos nos claustros
Na fachada oeste do colégio pode ver-se um bonito portal renascentista, originário de uma capela da Igreja do Convento de São Domingos. Consiste numa moldura retangular, em cujo interior se pode ver um vão em arco de volta perfeita.

O antigo enorme refeitório da Universidade de Évora, em forma de retângulo é composto por duas naves, de nove tramos, divididos por arcos de volta perfeita, que suportam as enormes colunas de mármore. Diz-se que estas colunas são provenientes do destruído arco do triunfo romano da Praça do Giraldo. Destaca-se aqui ainda a elegante tribuna de leitura.

A atual Sala do Senado, antiga livraria, está decorada com uma pintura mural de influência neoclássica, da época da Rainha Dona Maria II. Nela se podem ver medalhões ovais e circulares com retratos de autores clássicos, como Virgílio, Horácio e Luís de Camões, e com temáticas eborenses, como o Templo Romano, a janela da casa de Garcia de Rezende, o Aqueduto da Água de Prata e a Fonte das Portas de Moura.

É também no Colégio do Espírito Santo da Universidade de Évora que podemos encontrar o octógono, que representa o maior testemunho da presença barroca. A união da escultura, do azulejo, e da pintura faz-se sob uma cúpula com lanternim onde se podem ver representados os quatro elementos naturais: ar, água, terra e fogo.

Na biblioteca, o visitante pode deliciar-se com um teto pintado por volta de 1708, em que a figura central é Nossa Senhora, mãe da sabedoria. A igreja, situada na parte norte do claustro, é de talha joanina, o que lhe confere grande riqueza ornamental. Bastante simples, apresenta uma nave única e estreita, e um pequeno presbitério de planta retangular. A sua abóbada está coberta com medalhões de estuque.

Universidade Evora
Corredor do Colégio do Espírito Santo
O Colégio do Espírito Santo da Universidade de Évora é, sem dúvida, um monumento que merece ser visitado por quem cá passa. É um local cheio de história e de detalhes de grande interesse. Por isso mesmo, é importante não ter pressa para aproveitar tudo o que esta visita lhe pode oferecer.

O edifício está aberto ao público mas é provável que o visite durante o tempo de aulas. Não fique intimidado. Pode circular livremente pelo colégio, a não ser que haja sinalização que indique o contrário.

Se houver salas de aulas vazias, espreite lá para dentro para ver os púlpitos e os azulejos. Eu estudei na Universidade de Évora e lembro-me perfeitamente de, pelo menos ao início, passar parte do tempo das aulas a imaginar as histórias que os magníficos azulejos contavam.

Mapa do Colégio do Espírito Santo da Universidade de Évora

Aconteça o que acontecer na sua visita a Évora, não perca este edifício. Para mim, os melhores locais para entrar são a porta ao lado da Igreja do Espírito Santo (vire imediatamente à direita quando entrar para ver o pátio desde o piso superior) e o grande portão que dá acesso ao pátio, ambas assinaladas a verde no mapa acima.

Considere este texto um convite para conhecer o Colégio do Espírito Santo da Universidade de Évora. Vamos?

Booking.com

Veja também

romanos evora casa burgos

Vestígios Romanos em Évora

Haver vestígios romanos em Évora não é algo que surpreenda. Sabia que, durante a época …